segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Gabarito Concurso TJ-SP 2012 com 1035 vagas amanhã e provas já disponíveis

Já está disponível, no endereço eletrônico http://www.vunesp.com.br/TJSP1204/, a consulta aos cadernos das provas objetivas do concurso público 2012 da Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo TJ-SP, com 1.035 vagas para Escrevente, Capital e Interior, que  também podem ser acessadas clicando nos links abaixo:
  Caderno de Questões da Prova Objetiva - Versão 4
  Caderno de Questões da Prova Objetiva - Versão 3
  Caderno de Questões da Prova Objetiva - Versão 2
  Caderno de Questões da Prova Objetiva - Versão 1

A divulgação dos respectivos gabaritos está prevista para esta terça-feira, 04/12/2012, no mesmo endereço eletrônico.
A consulta à versão da prova pode ser consultada no endereço eletrônico http://ssl.vunesp.com.br/tjsp1204/versaoprova.asp.

O concurso registrou um total de 233.434 candidatos inscritos, que concorrerão a 1.035 vagas de escrevente técnico judiciário. A média é de 225,54 por vaga. O maior número de inscrições é para a região metropolitana de São Paulo: 103.624. O salário é de R$ 3.355,36. 


O que achou da prova? Alguma questão merece ser anulada? Deixe a sua opinião abaixo.


45 comentários:

  1. São apenas 1034 vagas, pois uma já é minha KKKK

    ResponderExcluir
  2. Então são apenas 1033 XD

    ResponderExcluir
  3. Estudei bastante e confesso que estou muito confiante, apesar de ser o meu primeiro concurso.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite pessoal
    Pelo gabarito da Veja acertei 66 das 80 questões.
    Vocês sabem se o peso das questões é diferente entre as provas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo peso:
      "2. As provas objetivas serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, sendo língua portuguesa e conhecimentos em direito de caráter eliminatório e conhecimentos gerais (atualidades, matemática e informática) de caráter classificatório.
      3. A nota do candidato será igual à média aritmética simples das notas das 03 (três) provas objetivas, calculando-se da seguinte forma:
      3.1. Soma-se as notas de cada uma das provas de: Língua Portuguesa, Conhecimentos em Direito e Conhecimentos Gerais e dividi-se por 3 (três)."

      Excluir
    2. eu acertei 82 será q dá?

      Excluir
  5. Não são o mesmo peso, você tem que fazer 50% das questões de português e de conhecimentos em direito para ser considerado habilitado a concorrer. As demais questões feitas serão utilizadas para classificação dos candidatos, já que apenas 1800 se classificarão para a 2ª fase.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Negativo, amigo. Na verdade nem se pode afirmar que as questões tem o mesmo peso, nem tampouco as "demais questões" são diferentes no quesito pontuação.
      VI - DO JULGAMENTO DAS PROVAS OBJETIVAS
      1. As provas de língua portuguesa e de conhecimentos em direito serão de caráter
      eliminatório, devendo o candidato obter, no mínimo, 50% (cinqüenta por cento) de
      acerto em cada prova.
      2. As provas objetivas serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, sendo
      língua portuguesa e conhecimentos em direito de caráter eliminatório e conhecimentos
      gerais (atualidades, matemática e informática) de caráter classificatório.
      3. A nota do candidato será igual à média aritmética simples das notas das 03 (três)
      provas objetivas, calculando-se da seguinte forma:
      3.1. Soma-se as notas de cada uma das provas de: Língua Portuguesa, Conhecimentos
      em Direito e Conhecimentos Gerais e dividi-se por 3 (três).
      4. Será considerado habilitado nas provas objetivas o candidato que obtiver nota igual
      ou superior a 5 (cinco) pontos em cada uma das provas de caráter eliminatório (Língua
      Portuguesa e Conhecimentos em Direito) e obtiver média final igual ou superior a 5
      (cinco) pontos no conjunto das 03 (três) provas.

      Traduzindo, tem que acertar pelo menos 15 de Português e 19 de Direito (50%), senão já é cortado. E, na somatória de todas as questões, como explicado abaixo, o mínimo tb é de 50%.

      Em cada parte da prova, que são Português / Direito / Conhecimentos (matemática, atualidades e informática) você pode tirar nota de 0 a 10. Isso é moleza, divide acertos por questões e multiplica por 10, e tem a nota. 28(acertos) dividido por 30(questões) = 0,9333 * 10 = 9,3333.

      Ai vc calcula cada prova separadamente, soma as 3 notas, e divide por 3. Exemplo: Português=8; Direito=7; Conhecimentos=9. 8+7+9=24 24/3=8, que é a sua nota final.

      Claro que a nota final, na maioria das vezes, vai dar quebrada (8,345, por exemplo).

      Excluir
    2. Há possibilidade de anulação de alguma questão de conhecimento específico???

      Excluir
    3. O peso é exatamente o mesmo, embora em algumas áreas é exigido um desempenho de no mínimo 50%.

      Excluir
  6. Alguém sabe dizer qdo sai o resultado do concurso??

    ResponderExcluir
  7. A prova estava tão facil,que fiquei até espantada, faço coisas muito mais dificil na faculdade,direito constitucional muito facil,informática então,nem se fala, me preparei para uma enorme batalha e encontrei perguntas sobre favoritos..... Olha se quer tinha uma questão relacionada sobre quais os orgãos que compõem o nosso sistema judiciário brasileiro apelaram acho que os tribunais estão zerados de funcionarios e estão arrastando pessoas pelo cabelo.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! E os 233 mil candidatos?

      Excluir
    2. Pela ortografia e raciocínio parece que você não será uma das aprovadas.

      Excluir
    3. Haha.. questões sobre os órgãos que compõem o nosso sistema judiciário brasileiro sim é fácil!!

      Excluir
    4. Que bom que estava fácil npe deia... assim ja garantiu sua vaga....
      Só espero que vc tenha uma nota muito alta, pq concorrer com 233 mil e se for capital 73 mil... vc tem que ser muito boa mesmo.

      Excluir
    5. Deia, antes de se achar a última bolacha do pacote, vc deveria estudar mais o português... pq vc está "mals" hein??? E outra, não pensa pq vc é estudante de direito que é a última bolacha do pacote... pq na minha sala 50% eram advogados...rsrsrsr
      E nem sempre ser advogado é sinônimo de sabedoria, pq tem vários "manés" por aí advogando numa boa.
      Se vc está tomando a prova do TJ pela da OAB, pode ter certeza que é bem mais fácil... em direito, claro!!! Mas se depender do seu português, tu tá é ferrada!

      Excluir
    6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que chinelada!!!

      Excluir
  8. ola!

    alguem poderia me responder pois agora fiquei na duvida...o David colocou que tem de acertar pelo menos 50% da prova em geral...mas pelo que entendi quem acerta so isso esta fora do mesmo jeito nao é???

    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na teoria não está fora, mas se a prova teve o grau de dificuldade que estão dizendo, fica muito difícil passar com nota 5 no geral. Aliás, em qualquer concurso concorrido é complicado passar com nota 5, salvo se a prova for muito difícil.

      Excluir
    2. Ela tá se achando tanto, deveria ter feito um concurso com um grau de dificuldade maior, já que estar tão preparada assim para concursos. A humildade passou longe, lamentável!

      Excluir
    3. Francamente espero que esta resposta chegue tarde, hoje é Natal e você merece pelo menos uma resposta que te ajude.
      Segundo o edital, Português(30Q) e Direitos(38) são eliminatórias, quer dizer se acertou menos de 15 de Portugues, torça "pra" caramba, que as 2 imbecilidades, sejam alteradas ou canceladas, alterar é bom, se com isto você a acertar...rs
      cancelar, se você errou, só pode te ajudar, afinal vai tirar de quem acertou, sacou ?
      Se acertou menos de 19 de Direito, se não estou enganado, apenas 1 delas estava de realmente em discussão, não sei a sua situação de fato, portanto fica difícil dizer para que lado torcer, enfim, torça para te beneficiar, meio lógico ( que chega a ser sacanagem mencionar)
      OK, supondo que você passou dos 50% em Portuga e Direitos, a parte dolorosa..
      Conhecimento Gerais ( Mat, Inf, Atualidades ), não é o fiel da balança, chega a ser A BALANÇA, veja porque: são 4 questões de cada...mas as 12 valem 1/3 da nota final! Ela não tem peso, ela praticamente define quem vai...
      Veja que legal:
      Isto é para aqueles que ainda acreditam que não tem peso nas matérias..
      Se voce faz o minimo tira 5 ( P=15,D=19, CG=0 ) sim pode zerar em c.gerais, não vai passar porque a nota minima final é 50% ou 5 em 5/10.
      Se voce acertar tudo de portugues( P=30,D=19,CG=0 ), este é o limite porque a nota será 50% ou 5/10.
      Se voce acertar tudo de direito( P=15,D=30, CG=0 ), é o mesmo nota=50% ( 5/10 )
      agora se voce acertar 6 de CG ( P=15,D=19, CG=6 ), já deu media minima (50%)
      partindo do pressuposto, veja como altera uma questão de cada
      16| 19| 6| 5,1111 | +2,22%
      15| 20| 6| 5,0877 | +1,75%
      15| 19| 7| 5,2778 | +5,56%
      ou seja 1 questão em LP te valerá 2,22% a mais na nota final
      1 questão de direito 1,75% e ..pasme 1 questão de CG te acrescenta só 5,56%
      Portanto o seguinte calculo te dá a nota final,
      ( nP*0,33333+ nD*0,26316+ nCG*0,83333 ) /3 = NF

      aliás...olha os pesos ai em cima ( 0,33333,0,26316, 0,83333 )
      Feliz Natal!

      Excluir
    4. Brilhante conclusão!! Não tinha pensado nisso!!! Boa sorte à todos!!!!

      Excluir
  9. Vi em outro post que para calcularmos a nota final as notas devem ser multiplicadas por: 0.33 portugues, 0.83 conhecimentos gerais e 0.26 direito, isto está correto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. respondido aí em cima; mas está certo estes são os pesos de cada disciplina; 0,33..=10/30;
      é isto!
      Feliz Ano Novo, e Sorte!

      Excluir
  10. Pq. a Deia sabichona não divulga quantoas acertou, deve ter zerado em português...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que torcer que a maior parte dos candidatos seja como a Deia, assim as pessoas que realmente estudaram, inclusive o português, terão chances enormes de colocacão.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk coitada.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk coitada gente!!!

      Excluir
  11. qual será a nota de corte... alguém tem ideia de como o pessoal foi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a maior parte dos candidatos for como a Deia, a nota de corte será 5,0.

      Excluir
  12. galera tenho um recurso que peguei no site do professor kanashiro, recorram aí quanto mais gente recorrer, mais chances de aceitarem e elevar nossa nota:

    questão 69

    QUESTIONAMENTO (para anular a questão)

    A presente questão merece ser anulada em razão da existência de duas alternativas corretas.

    EMBASAMENTO (para anular a questão)

    Exmo. Sr. Presidente da Comissão Examinadora
    Em que pese o brilhantismo que sempre marcou a Fundação Vunesp, é forçoso à ilustre Comissão Examinadora concordar que na presente questão não andou bem, senão vejamos:
    1) O gabarito preliminar assinala como correta a alternativa que afirma o seguinte: ao funcio­nário público é proibido “constituir­se procurador de partes perante qualquer repartição pública, exceto quando se tratar de interes­se de cônjuge ou parente até segundo grau.
    2) Sucede que também está correta a alternativa que afirma ser proibido ao funcio­nário público “referir­se de forma depreciativa, em informações, pareceres, despachos ou pela imprensa, a respeito das autoridades constituídas.”
    3) Conquanto não se olvida a revogação do inciso I do art. 242 do Estatuto dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo dada pela Lei Complementar 1.096 de 24 de setembro de 2009, é de se anotar que a proibição encontra no dever do funcionário público de tratar com urbanidade as pessoas, nos termos do inciso 241, inciso VI, também com a redação dada pela Lei Complementar 1.096 de 24 de setembro de 2009.
    4) O que se pretendeu com ambas alterações não foi permitir ao funcionário público referir-se livremente de forma depreciativa a respeito das autoridades constituídas, o que afigura de plano medida desarrazoada, mas sim pretendeu-se aprimorar o dever de urbanidade, conforme se depreende da Mensagem n.º 03/2009 do então Governador do Estado José Serra, que deu início ao processo legislativo do Projeto de Lei Complementar n.º 01 de 2009, cujo teor abaixo se transcreve:
    “No que se refere ao artigo 241, o propósito é o de aprimorar a redação do seu inciso VI, que diz respeito ao dever de urbanidade, obrigação inderrogável e inerente ao exercício da função pública, cujo cumprimento é exigível por todos.”
    5) Em outras palavras, a revogação do inciso I do art. 242 objetivou retirar o temor do funcionário público em fazer críticas com a finalidade de proteger o interesse público, mas não o de permitir livremente o funcionário referir-se de modo depreciativo a respeito das autoridades constituídas, posto que essa proibição persiste em função do dever de urbanidade, previsto no art. 241, inciso VI.
    6) O não acolhimento do presente recurso, o que se faz apenas a título de argumentação, em relação ao pedido de anulação da questão implicará em situação inusitada de “amor cego” a literalidade do texto legal, ao se considerar somente como correta a alternativa que se encontra “ipsis litteris” com o disposto no texto legal, fazendo vistas grossas a todo processo legislativo (intenção do legislador) bem como em relação da própria intenção da lei, como se inexistisse as interpretações teleológicas e sistemáticas, mas comente a literal.
    7) Por todo exposto, requer seja acolhido o recurso para em consequência anular a presente questão diante da existência de duas alternativas corretas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torço que anulem essa, me ajudaria com + 0,263 pontos. Obg pelo recurso.

      Excluir
  13. Alguém sabe quando sai o resultado?

    ResponderExcluir
  14. não sei, mas acredito que agora só ano que vem.

    ResponderExcluir
  15. Janeiro ou fevereiro, quando será q sai o resultado convocando para a prova de digitação?

    ResponderExcluir
  16. Consta no folha dirigida, distribuído no dia do concurso, que o resultado será divulgado no final de janeiro/2013.

    ResponderExcluir
  17. que bom q só sai no final de janeiro....

    ResponderExcluir
  18. quanta gente inteligente, rs

    ResponderExcluir
  19. eu realmente achei a prova difícil, e considerando que os estudantes de direito correram fazê-lá, tornou a dificuldade maior ainda, pois, era exigido o ensino médio completo e conhecimentos em informática, o que deixa os estudantes de direito no topo, eu sou estudante de pedagogia e sinceramente estou sem esperanças, boa sorte para os sabichões, e da próxima vez façam uma prova mais difícil, essa fazia parte do cotidiano de vocês então não teve graça.

    ResponderExcluir
  20. Acertei 20 questões de L. Portuguesa, 17 questões de Direito (eliminada) e 6 C. Gerais. Com certeza Direito não é o meu forte. Um a menos para concorrer com vcs. Boa sorte! Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  21. Graças a Deus eu gabaritei em Português, mas acertei 18 em Direito e 08 de CG.
    Alguém sabe se teve alguma questão realmente anulada?

    ResponderExcluir
  22. Quando vai sair o resultado da prova?
    vai estar disponível no site da Vunesp??????

    ResponderExcluir
  23. esses que faz faculdade e vem tomar o lugar de quem realmente precisa depois como uns e outros nem comparece para fazer valer o trabalho tem tanto outros concurso do ramo deles Advogados

    ResponderExcluir

De preferência escolha "Nome/URL" e coloque nome ou apelido, sendo o URL opcional.